UNSETTLING SELF +
TUMULTE

SÃO CASTRO
CHRISTINE HASSID

Seguindo o espírito de partilha de linguagens que caracteriza o trabalho da companhia, a KALE Companhia de Dança convida 2 coreógrafas de reconhecida assinatura estética a desenvolver uma criação original para o jovem corpo de bailarinos da companhia.

Este espetáculo apresenta a visão da coreógrafa portuguesa São Castro em “Unsettling Self”, que inspirada por Fernando Pessoa fala de identidade e a sua construção/desconstrução, os conflitos (internos e externos) e os seus diferentes pontos de vista. O palco partilha-se também com a criação de Christine Hassid, “Tumulte”, que nos leva a viajar ao encontro do EU através de momentos de confrontação e caos, guiados pela mestria de Chopin.

O registo da fisicalidade, energia, detalhe, são distintivos de uma DANÇA QUE DANÇA, que privilegia a corporeidade dos sentimentos, das sensações e a força que acresce à mensagem que nos chega do palco, estes traços são indiscutíveis em Castro e Hassid, e em linha com a essência da rede internacional à qual a KALE pertence, e que pauta a sua identidade artística, a rede Danse qui Danse.

8 SET ‘23
CASA DAS ARTES,
VILA NOVA
DE FAMALICÃO
ESTREIA PORTUGAL

15 SET ‘23
COMPLEXE SAINT LOUIS
DE SAINT PALAIS,
FESTIVAL“TEMPS D’AIMER
LA DANSE”, BIARRITZ
ESTREIA FRANÇA

6 OUT ‘23
TEATRO DIOGO BERNARDES,
PONTE DE LIMA PT

20 E 21 OUT ’23 . 21H30
AUDITÓRIO MUNICIPAL
DE GAIA, V.N. GAIA PT


‘24

AUDITÓRIO
CARLOS DO CARMO,
LAGOA DO ALGARVE PT

I “Unsettling self”
de São Castro (PT)
30’

Existe uma realidade particular a cada um de nós, dividida entre uma noção de conhecimento do exterior – nossa relação com os outros e o mundo – e uma outra que é definida pelo autoconhecimento, da procura por uma identidade, um “eu” no meio dos outros. A complexidade dessa procura envolve um paradoxo: a identidade como unidade, refletida na ideia de pertença, coesão e coletivo, por outro lado a identidade como singularidade, expressa pelo individual e pessoal.

É numa espécie de teia social que tudo se desenrola e a reflexão sobre a pessoa que somos ou que desejamos ser, parte da interação com os outros e determina até que ponto nos identificamos com o que nos rodeia.
Esta questão da identidade levou-me a um reencontro com Fernando Pessoa. O Pessoa que não era apenas uma pessoa e que se desdobrava em outras tantas, movidas por uma instabilidade interna – pessoal, política, social, provocando a escrita sobre uma realidade, através de diferentes perspectivas, pensamentos, corpos e gestos.


II “Tumulte”,
Christine Hassid (FR)
30’

Tumulto é o encontro com o Eu, a pessoa que por vezes tentamos evitar. Para mim, criar é o motor todo-poderoso, essa sensibilidade exaltada que se poderia chamar a imaginação do coração (“l’imagination du coeur”).

A relação com a música é essencial para o meu trabalho. São os itinerários dos corpos humanos que governam a música, que a tocam, e não ao contrário, num diálogo entre a música e a dança. A música é também uma escolha dramatúrgica. O que me interessa é que, por um lado, a dança pode por vezes ser utilizada para visualizar a estrutura da partitura; e, ao mesmo tempo, possa ser capaz de tocar nos níveis mais directos da música, seguindo o aspecto imediato que a música produz no nosso corpo: os voos, as vertigens, o prazer físico, a resposta imediata ao som.

“Tumulte, où nous abandonnerons nos peines et nos failles à la musique et nous essaierons de créer du « BEAU » avec notre art. J’aime penser que la MUSIQUE amène au repos des choses.”

Ficha Técnica

Coreografia: São Castro (PT), Christine Hassid (FR)
Intérpretes: Clara Mauro, Maria Carrasco, Mariana Barbosa,
Rafael Belinha, Rita Barbosa
Desenho de luz: Joaquim Madaíl, Francisco Campos, São Castro e Christine Hassid
Ensaiadoras: Sara Moreira, Inês Negrão, Isabel Ariel
Coprodução: Casa das Artes de Famalicão, CCN Malandain Ballet Biarritz , França, Auditório Carlos do Carmo Lagoa do Algarve, Teatro Diogo Bernardes Ponte de Lima e Auditório Municipal de Gaia
Apoios: Direção Geral das Artes, Ginasiano Escola de Dança, Armazém22, Cie Christine Hassid project – CHp
Parceiros Media: Antena 2