REGARDS CROISÉS
PORTUGAL 2020

ESPETÁCULOS, WORKSHOPS E ENSAIOS ABERTOS
AUDITÓRIO MUNICIPAL DE GAIA, ARMAZÉM 22, GAIA, PORTUGAL
OUTUBRO 2020

REGARDS CROISÉS PORTUGAL é um projeto de cooperação coreográfica que tem como objetivo a difusão da dança contemporânea e a promoção de encontros entre o público, os artistas e estruturas educativas, segundo a prática de três criadores oriundos de realidades geográficas distintas: Portugal, Espanha, França, e consequentemente visões artísticas e culturais diferentes.

Estreia em GAIA / Portugal de 8 a 11 de outubro de 2020, sob organização da Kale Companhia de Dança e com o apoio da Câmara Municipal de Gaia, Companhia Malandain | Ballet Biarritz e Fundición Bilbao (Bilbao-Espanha).

O Auditório Municipal de Gaia acolherá 3 espetáculos de dança contemporânea, incluindo uma estreia mundial da Kale Companhia de Dança. No Armazém22, vão ocorrer simultaneamente WORKSHOPS para bailarinos e público em geral, com as companhias representadas no certame e momentos de ENSAIO ABERTO e DISCUSSÃO ENTRE OS ARTISTAS E O PÚBLICO, como forma de aproximação e sensibilização à dança contemporânea.

O espetáculo de abertura estará a cargo da Kale Companhia de Dança com a estreia de “TERRAS”, criação formato triplo inspirada na efeméride do Dia Mundial da Floresta, e que propõe os seguintes coreógrafos: companhia La Tierce (FR); André Mesquita (PT) e Matxalen Bilbao (Bilbao, ES).

Regards Croisés apresenta ainda a Companhia Adéquate (Poitiers, França) com a peça “Chronique Diplomatique”, uma peça para duas bailarinas que explora a ideia de corpos em negociação.

A encerrar o festival teremos “Mutu”, peça para três intérpretes pela companhia de Myriam Perez Cazabon (País Basco Espanhol), um espetáculo votado à reflexão sobre a sociedade atual onde as “relações pessoais estão sobredimensionadas enquanto os valores humanos estão em decadência”.

REGARDS CROISÉS é um projeto transfronteiriço de cooperação coreográfica que tem como objetivo a descoberta da dança contemporânea e a promoção de encontros entre o público, os artistas e estruturas educativas, promovido desde 2012/13 pelo laboratório de pesquisa coreográfica LE LABO da Companhia Malandain | Ballet Biarritz com direção artística de Gael Domënger.

KALE Cooperativa Cultural, Crl | Kale Companhia de Dança | Armazém 22

Direção Executiva & Artística / General & Artistic Direction: Joana Castro
Gestão de Projeto & Planeamento / Project Management & Planning: Daniela Tomaz
Direção de Produção / Production Direction Armazém 22:  Maria Miguel Coelho
Direção de Comunicação / Communication Direction: Joana de Belém
Design Gráfico / Graphic Design: José Pereira
Direção Técnica / Technical Direction Armazém 22: Joaquim Madaíl
Técnico de Palco / Stage Management Armazém 22: Domingos Sousa
Frente de Casa / Front Office: Cassilda Rodrigues, João Henriques

Projeto apoiado pela Direção-Geral das Artes / Ministério da Cultura Portugal / Project supported by the Directorate General for the Arts /Portuguese Ministry of Culture


Apoios / Support:
Município de Gaia
Ginasiano Escola de Dança
Antena 2