DANSE QUI DANSE
SUMMER LAB

24-29/08/2020
ARMAZÉM 22, GAIA, PORTUGAL

O Danse qui Danse Summer Lab é um estágio de dança intensivo, cuja I edição decorrerá de 24 a 29 de Agosto de 2020 no Armazém 22, Gaia, promovendo uma forte componente de formação para bailarinos profissionais, cumprindo a sua estratégia de cooperação internacional com a rede “Danse qui Danse” , composta pelos seus parceiros Malandain Ballet Biarritz / França, Ginasiano Escola de Dança / Portugal, Dansk Danse Teater / Dinamarca, Scenario Pubblico / Compagnia Zappalà Danza / Itália, National Moravian-Silesian Theatre, Ostrava, República Checa e Teatro Korzo / Países Baixos.

Danse Qui Danse Summer Lab oferece aos seus participantes 6 dias de imersão no dia-a-dia de uma companhia de dança profissional e permite a descoberta dos métodos de trabalho de um coreógrafo e a sua identidade artística. A cada edição será anunciado um novo convidado como mote artístico do curso.

Ler Mais

A edição de 2020 será apadrinhada pelo coreógrafo Thierry Malandain, diretor artístico do Centro Coreográfico Nacional Malandain Ballet Biarritz (MBB), com mais de 80 obras apresentadas mundialmente. Fundado em 1998, o MBB é um dos 19 centros coreográficos franceses, a nível nacional, e dos poucos dedicados à dança neoclássica, muito embora também contribuindo para a difusão da dança contemporânea, particularmente com o projeto Regards Croisés Biarritz/San Sebastian. Possui um projeto de parcerias transfronteiriças muito rico com o País Basco/Espanha, e pretende através do projeto Danse qui Danse Summer Lab, estender a sua cooperação a Portugal. Como centro coreográfico nacional, o MBB possui uma política de apoio aos coreógrafos emergentes e trabalha ativamente com parceiros na área da ensino da dança, promovendo o desenvolvimento de públicos. Como companhia de dança, o MBB possui cerca de 22 bailarinos no seu corpo de baile, e apresenta-se anualmente com mais de 150 espetáculos, por todo o mundo – Alemanha, Espanha, Itália, Bélgica, EUA, América do Sul.

A última noite do Danse Qui Danse Summer Lab será dedicada a uma apresentação pública do trabalho realizado durante a semana pelos participantes profissionais e pré-profissionais sobre o repertório do coreógrafo convidado Thierry Malandain (Malandain Ballet Biarritz), bem como sobre o trabalho de pesquisa desenvolvido, dentro da linguagem e processos de criação próprios, com o coreógrafo emergente Martin Harriague, 1º jovem coreógrafo associado MBB, dedicado à dança contemporânea. A tarde será dedicada a um encontro com os coreógrafos, aberto ao público, em que o mote será a partilha da sua experiência e percursos profissionais, os seus métodos de trabalho e a identidade artística do seu trabalho de criação.

Rede Internacional de
Cooperação Danse qui Danse

Todos os parceiros da rede estão fortemente implicados na divulgação de coreógrafos emergentes identificados com os valores de uma dança menos conceptual e mais focada na ampliação das potencialidades cinéticas e virtuosismo físico dos bailarinos. Ao privilegiar a estruturação do percurso de jovens coreógrafos – ajudando-os a responder aos requisitos e desafios do mundo profissional de dança – a rede está também, necessariamente, implicada na efetiva resposta às especificidades técnicas e artísticas da profissão de bailarino no mercado de trabalho atual e futuro.

Danse qui Danse Summer Lab is an intensive dance course, whose 1st edition will take place from August 24th to August 29th, 2020 at Armazém 22, Gai/Portugal. Promoted by Kale Companhia de Dança, the course aims at promoting a strong training component for professional dancers, and enhance international cooperation strategy with “Danse qui Danse” network, composed by partners Malandain Ballet Biarritz / France, Ginasiano Escola de Dança/ Portugal, Dansk Danseteater / Denmark, Scenario Pubblico/Compagnia Zappalà Danza / Italy, National Moravian-Silesian Theater, Ostrava, Czech Republic and Korzo Theater / The Netherlands.

Danse Qui Danse Summer Lab offers its participants 6 days of immersion in the day-to-day life of a professional dance company and allows the discovery of a choreographer’s working methods and his artistic identity. At each edition a new guest will be announced as the artistic motto of the course.

Read More

The 2020 edition will be artistically led by choreographer Thierry Malandain, artistic director of the National Choreographic Center Malandain Ballet Biarritz (MBB), with more than 80 works presented worldwide. Founded in 1998, MBB is one of the 19 French choreographic centers nationwide and one of the few dedicated to neoclassical dance, although it also contributes to the spread of contemporary dance, particularly with the Regards Croisés Biarritz / San Sebastian project. MBB has a very rich cross-border partnership project with the Basque Country / Spain, and intends to extend its cooperation to Portugal through Danse qui Danse Summer Lab. As a national choreographic center, MBB has a policy of supporting emerging choreographers and actively works with partners in the area of ​​dance education, promoting the development of audiences. As a dance company, MBB has circa 22 dancers in the company, and performs annually worldwide with more than 150 performances – Germany, Spain, Italy, Belgium, USA, South America.

The last night of the Danse Qui Danse Summer Lab will be dedicated to a public presentation of the work held during the week on the Repertoire of guest choreographer Thierry Malandain (Malandain Ballet Biarritz), as well as on the research work developed with the emerging choreographer Martin Harriague, 1st young choreographer associated with MBB, dedicated to contemporary dance. The afternoon will be dedicated to a meeting with the choreographers, open to the public, in which the motto will be to share their experience and professional paths, their working methods and the artistic identity of their creative
work.

International Cooperation
Network Danse qui Danse

Every partner within the Network is strongly involved in the promotion of emerging choreographers identified with the values ​​of a less conceptual dance and more focused on expanding the kinetic potential and physical virtuosity of the dancers. By privileging the structuring of the path of young choreographers – helping them to respond to the requirements and challenges of the professional world of dance – the network is also necessarily involved in the effective response to the technical and artistic specificities of the dancer’s profession in the current and future job market.

Thierry Malandain
Direção Artística /
Artistic Direction
DQD 2020

“A minha cultura é a do ballet clássico e sem complexo aí permaneço. Pois se reconheço que os seus códigos artísticos e sociais são de outro tempo, penso também que toda esta matéria herdada de quatro séculos de história dá ao bailarino recursos inestimáveis. Então eu divirto-me com ela, sendo clássico para uns, contemporâneo para outros, simplesmente em busca de uma dança que amo. Uma dança que não abandonará jamais o traço do prazer, mas que se conecta com a essência do sagrado como uma resposta à dificuldade de ser.” Malandain Ballet Site Oficial 
“My culture is that of classical ballet and without any restraints, there I remain. Since I recognize that its artistic and social codes are from another time, I also think that all this material inherited from four centuries of history gives the dancer invaluable resources. So I play with it, being classic for some, contemporary for others, simply in the search of a dance that I love, a dance that will never abandon the trace of pleasure, but that connects with the essence of the sacred as a response to the difficulty of our existence.” Malandain Ballet Official Site

Thierry Malandain










Thierry Malandain (França)
Direção Artística DQD 2020

Autor de mais de 80 coreografias, Thierry Malandain continua a criar um repertório coerente, profundamente ligado ao Ballet e onde a prioridade é dada ao corpo dançante, à sua potência, à sua virtuosidade, à sua humanidade e à sua sensibilidade. A sua pesquisa e estética desenvolvem um estilo intemporal e sóbrio. Pode ser sério como também impertinente e nutre a sua obra tanto nas raízes como também numa visão renovada da dança académica. A sua companhia é assim constituída por intérpretes com formação clássica mas com uma expressão atual, através das coreografias de Thierry Malandain.

Thierry Malandain (France)
Artistic Direction DQD 2020

Author of more than 80 choreographies, Thierry Malandain continues to create a coherent repertoire, deeply connected to Ballet and where priority is given to the dancing body, its power, its virtuosity, its humanity and its sensitivity. His research and aesthetics develop a timeless and sober style. It can be serious as well as impertinent and his work nourishes both in the roots and in a renewed vision of academic dance. His company is thus constituted by interpreters with classical training and whose expression is contemporary, through the choreographies of Thierry Malandain.

Martin Harriague (França)
Laboratório Coreográfico

Nascido em 1986 em Baiona, Martin Harriague começa a sua formação em dança clássica e contemporânea com Jean-Marc Marquerol com a idade de 19 anos. Integra o Ballet Biarritz Junior em 2006 antes de integrar o Ballet National de Marseille em 2008 e, em seguida, a Noord Nederlandse Dans aux Pays-Bas em 2010. Desde 2013, é bailarino em Israel na Kibbutz Contemporary Dance Company. Como bailarino trabalhou com os coreógrafos: Itzik Galili, Roy Assaf, Andrea Miller, Keren Levi, Stephen Shropshire, Frédéric Flamand, Thomas Noone, Reut Shemesh e Rami Be’er. Paralelamente desenvolve o seu próprio trabalho coreográfico premiado várias vezes em Estugarda, Hannover, Copenhaga e Biarritz. Foi igualmente produzido por Ballet National de Marseille, Noord Nederlandse Dans, Kibbutz Contemporary Dance Company, Dantzaz Konpainia, Scapino Ballet Rotterdam. www.martinharriague.com

Martin Harriague (France)
Choreographic Lab

Born in 1986 in Bayonne, France. Started classical and contemporary dancing at the age of 19. Joined the Malandain Ballet Biarritz (France) in 2007, Ballet National de Marseille (France) in 2008, and Noord Nederlandse Dans (Netherlands) from 2010 until 2013. Joined KCDC’s main company in September 2013.Martin has worked with Itzik Galili, Emmanuel Gat, Roy Assaf, Andrea Miller, Keren Levi, Stephen Shropshire, Frederic Flamand, Thomas Noone, Reut Shemesh. In parallel to his dancing career, he is choreographing his own work and composing his own music. His work has received international recognition and awards in competitions Stuttgart and Hanover as well as in Copenhagen. He has created for Ballet National de Marseille, Noord Nederlandse Dans, and is now creating for KCDC. He will choreograph for Scapino Ballet in the Netherlands in 2017. Learn more about Martin’s work at www.martinharriague.com

Martin Harriague









Dominique Cordemans










Dominique Cordemans (França)
Repertório Thierry Malandain

Começa a dançar na Royal Academy – Conservatório de Bruxelas – e na escola de dança Sana Dolsky e continua a sua formação na Royal Ballet School of Flanders. Em 1978, ingressou na Companhia de Jeanne Brabants, e depois ingressou na Compagnie Actino Ballet, com o coreógrafo Hamid Targui, em Bruxelas. Atraída pelo ensino, Dominique criou lá a sua própria escola de dança. Em 1981, ingressou em Nancy, onde lecionou na École du Ballet Théâtre Français de Nancy, sob a direção de Jean-Albert Cartier e Hélène Traïline, para além de dar aulas para dançarinos da Ópera de Nancy. Em 1987, juntou-se a Thierry Malandain e Compagnie Temps Present, regressando à carreira de intérprete até 1996. Durante a sua residência em Saint-Etienne, seguiu a formação na “Dance à l’École”, e dedicou-se a ações de sensibilização da Compagnie Temps Présent. Em 2000, ingressou no Centro Coreográfico Nacional de Biarritz para assumir o cargo de sensibilização e desenvolvimento de públicos.

Dominique Cordemans (France)
Repertory Thierry Malandain

She starts dancing at the Royal Academy – Conservatory of Brussels – and at the Sana Dolsky dance school and continues her training at the Royal Ballet School of Flanders. In 1978, she joined the Jeanne Brabants Company, and later joined the Compagnie Actino Ballet, with choreographer Hamid Targui, in Brussels. Attracted by teaching, Dominique created her own dance school there. In 1981, she entered Nancy, where he taught at the École du Ballet Théâtre Français de Nancy, under the direction of Jean-Albert Cartier and Hélène Traïline, in addition to teaching dancers at the Nancy Opera House. In 1987, she joined Thierry Malandain and Compagnie Temps Présent, returning to her interpreting career, until 1996. During her residency in Saint-Etienne, she followed training at “Dance à l’École”, and devoted herself to performance arts awareness at Compagnie Temps Présent. In 2000, she joined the National Choreographic Center in Biarritz to assume the position of audience development.

Miyuki Kanei (Japão-França)
Clássico

Miyuki Kanei, nascida em Hiroshima (Japão), começa a dançar aos 7 anos com Itsuko Taki, onde estuda dança clássica e interpreta “Bela Adormecida”, “La sylphide”, “Don Quixote”, “Giselle” e “Le Corsaire” Em 2000, ela junta-se ao Jeune Ballet do CNSMD de Lyon, onde dançaria tanto o repertório de Georges Balanchine quanto as criações de Benjamin Millepied, Christopher Wheeldon, Dominique Boivin, Michel Kelemenis, Myriam Naysy e Yan Raballand. Ingressou no Company Lyon Ballet, onde trabalha com Marc Ribaud e David Brun, antes de ingressar no Malandain Ballet Biarritz, em 2006. Muito rapidamente, ela interpreta os papéis principais do repertório de Thierry Malandain como no “le portrait de l’infante », « l’amour sorcier », « la mort du cygne » e « le spectre de la rose. Finalmente, depois de sua interpretação como solista principal em “Romeu e Julieta”, Thierry Malandain concede-lhe em 2013 o papel-título de sua nova criação “Cinderela”, que lhe valerá em 2016 o Prêmio Internacional Capri Danza. Fiel ao Malandain Ballet Biarritz, Miyuki seguiu com sucesso a sua carreira como uma das principais intérpretes. Em 2019, graças a uma gala internacional organizada pelo “Ballet Office Japan”, Miyuki decidiu encerrar sua carreira no Malandain Ballet Biarritz. Miyuki Kanei possui um diploma de estado francês no ensino de dança clássica desde 2010.

Miyuki Kanei (Japan-France)
Classical Dance

Miyuki Kanei, born in Hiroshima (Japan), begins dancing at the age of 7 with Itsuko Taki, where she studies classical dance and interprets “Sleeping Beauty” , “La sylphide”, “Don quixote” , “Giselle” and “Le Corsaire”. In 2000 she joins the Jeune Ballet of the CNSMD of Lyon where she would dance both the repertoire of Georges Balanchine and creations of Benjamin Millepied, Christopher Wheeldon, Dominique Boivin, Michel Kelemenis, Myriam Naysy and Yan Raballand. In 2004 she joins the Company Lyon Ballet where she works with Marc Ribaud and David Brun before joining Malandain Ballet Biarritz in 2006. Very quickly she finds herself interpreting the key roles of Thierry Malandain’s repertoire as in “le portrait de l’infante”, “l’amour sorcier”, “la mort du cygne” and “le spectre de la rose” . Finally, after her leading role interpretation in “Romeo and Juliet”, Thierry Malandain gives her in 2013 the title role of his new creation “Cinderella” which will give him in 2016 the Capri Danza international Award. Faithful to Malandain Ballet Biarritz, she successfully pursued her career as a leading performer. In 2019, thanks to an international Gala organized by the “Ballet Office Japan”, Miyuki decided to end her career at the Malandain Ballet Biarritz. Miyuki Kanei has a French state diploma in the teaching of classical dance since 2010.

Miyuki Kanei









Gaël Domenger










Gaël Domenger (França – Portugal)
Clássico

Estudou na Escola de Ópera de Paris, e formou-se no Conservatório Nacional Superior de Paris. Enquanto bailarino iniciou a sua carreira no Euroballet (luxemburgo), passando pelo Ballet de Leipzig, dirigido por Uwe Scholz, pela Ópera Real de Wallonie, pelo Scapino Ballet Rotterdam sob a direção de Ed Wubbe e desde 2003 na companhia Malandain Ballet Biarritz. Gael é um especialista na mediação de assuntos culturais na região da Nova Aquitânia, França. É responsável de mediação e acolhimentos artísticos no CCN Malandain Ballet Biarritz. Fundou e desenvolve a iniciativa LABO (Laboratório de pesquisa coreográfica sem fronteiras) dentro do Ballet Malandain Biarritz. Enquanto coreógrafo desenvolve há dez anos trabalho de pesquisa no âmbito da dança contemporânea cruzando as áreas de realidade virtual e texto. Desenvolveu o projeto piloto de cooperação coreográfica territorial “Regards Croisés” que prepara sua 9ª edição em parceria com a Fundicion de Bilbao e a Kale Companhia de Dança. Participa na promoção de cruzamentos entre artistas e coreográficos estabelecidos e emergentes.

Gaël Domenger (France – Portugal)
Classical Dance

He studied at the Paris Opera School, and graduated from the National Superior Conservatory in Paris. As a dancer he started his career at Euroballet (Luxembourg), passing by Ballet Leipzig directed by Uwe Scholz, Opera Royal de Wallonie, Scapino Ballet Rotterdam under the direction of Ed Wubbe and since 2003 at the Malandain Ballet Biarritz. Gael is an expert in the mediation of cultural affairs in the region of New Aquitaine, France. He is responsible for mediation and artistic development at CCN Malandain Ballet Biarritz. He founded and developed the LABO (Laboratory of Choreographic Research Without Borders) initiative within the Malandain Ballet Biarritz. As a choreographer, he has been developing research work in contemporary dance for more than ten years, crossing the areas of virtual reality and literature. He developed the pilot project for territorial choreographic cooperation “Regards Croisés” which is preparing its 9th edition in partnership with Fundicion de Bilbao and Kale Companhia de Dança. Gael is also an expert in the promotion of multidisciplinary crossings between established and emerging artists and choreographers.

Inês Negrão (Portugal)
Limón

Nascida no Porto em 1980, desde cedo a dança e a música fizeram parte da sua formação. Licenciada pela Escola Superior de Dança estudou pedagogia e didácticas nas metodologias de dança, foi intérprete na Companhia de Dança de Aveiro, em projectos de dança com novas tecnologias e intérprete da companhia LPmovimento até 2012. Actualmente colabora com o Ensemble Portingaloise e realiza workshows para público infantil. Como professora, os princípios da tradição Humphrey-Limón foram sempre uma inspiração e um tema de estudo constante. Este enriquecimento pessoal teve muitas materializações, donde se destacam as formações com Valerie Preston-Dunlop, Rosemary Brandt, Roxane D’Orleans Juste e Nina Watt. É professora do Ginasiano Escola de Dança desde 2015.

Inês Negrão (Portugal)
Limón

Born in Porto in 1980, dance and music were always part of her training. Studied in Escola Superior de Dança to pursue a degree in Pedagogic and Didactic in Dance, was a dancer with Companhia de Dança de Aveiro, in projects of dance and new technologies and with LPmovimento until 2012. Nowadays her performances are with Portingaloise Ensemble and music and dance workshows for families and children. As a teacher the Humphrey-Limón principles have been an inspiration and longtime study theme. This personal enrichment had many materializations where its highlighted the courses with Valerie Preston-Dunlop, Rosemary Brandt, Roxane D’Orleans Juste and Nina Watt. Teacher in Ginasiano Escola de Dança since 2015.

Inês Negrão









Isabel Ariel










Isabel Ariel (Portugal)
Cunningham

Finaliza o curso técnico-profissional de dança no Ginasiano Escola de Dança, em 1992. Continua a sua formação no Centre de Danse International Rosella Hightower, em Cannes, França, e na Rotterdamse Dansacademie (Codarts), na Holanda, país onde se estabelece por 12 anos. Profissionalmente a sua carreira de bailarina distingue-se pela diversidade de linguagens coreográficas, conceptuais e estéticas, consequente do percurso “nómada” entre Portugal, França e Holanda, destacando o trabalho com os coreógrafos Bruno Listopad, Itziq Galili, Pieter de Ruiter, Marie Cecile de Bont, Henry van Zanten, Adriana Borrielo, Marcelo Ferreira, Ruby Edelman, Hugo Rodas, e com as companhias Compagnie Danse Concept (França), Kale Companhia de Dança (Portugal), Dansgroep Kriztina de Châtel (Holanda). Foi co-fundadora e bailarina do MorphoDidius Art Collective, em Roterdão. Em 2006 inicia o trabalho no Ginasiano Escola de Dança como docente de Técnica de Dança Moderna (Cunningham Technique) e Oficina do Espectáculo. Paralelamente desenvolve os seus projetos pessoais criativos no campo da performance, direção de ensaio, poesia e fotografia e em colaboração com outros artistas e estruturas, em especial com a Kale Companhia de Dança.

Isabel Ariel (Portugal)
Cunningham

Isabel Ariel completed her technical-professional dance course at the Ginasiano Escola de Dança, in 1992. She continues her training at the Centre de Danse International Rosella Hightower, in Cannes, France, and at the Rotterdamse Dansacademie (Codarts), in the Netherlands, where she established herself during 12 years. Professionally, her ballerina career is distinguished by the diversity of choreographic, conceptual and aesthetic languages, resulting from the “nomadic” route between Portugal, France and the Netherlands, highlighting the work with choreographers Bruno Listopad, Itziq Galili, Pieter de Ruiter, Marie Cecile de Bont, Henry van Zanten, Adriana Borrielo, Marcelo Ferreira, Ruby Edelman, Hugo Rodas, and with the companies Compagnie Danse Concept (France), Kale Companhia de Dança (Portugal), Dansgroep Kriztina de Châtel (Netherlands). She was co-founder and dancer of MorphoDidius Art Collective, in Rotterdam. In 2006 she started working at Ginasiano Escola de Dança as a teacher of Modern Dance Technique (Cunningham Technique) and Oficina do Espectáculo. At the same time, she develops her creative personal projects in the field of performance, rehearsal direction, poetry and photography and in collaboration with other artists and structures, namely with Kale Companhia de Dança.

Daniela Cruz (Portugal)
Contemporâneo

Porto, 1985. Completou o curso vocacional na Escola de Dança Ginasiano. Em 2007, obteve a licenciatura no programa de Dança, especialização Intérprete, na Codarts, Roterdão. Estagiou na Companhia Dansgroep Krisztina de Châtel, em Amesterdão. Desde 2007, trabalha como freelancer, com vários coreógrafos, com digressões nacionais e internacionais. Em 2012, iniciou a sua actividade como criadora , no âmbito dos Palcos Instáveis/Companhia Instável. Até à data, em Portugal, trabalhou como intérprete com Marco da Silva Ferreira, Victor Hugo Pontes, Cristina P. Leitão, André Braga e Cláudia Figueiredo /Circolando, Joana Providência, Nuno M Cardoso, Nuno Preto, Jonathan Saldanha e Catarina Miranda. Fez assistência de coreografia e de ensaio, na Companhia Instável. Fez direcção de movimento para o Teatro Art’Imagem e para o Teatro Bolhão. Foi convidada para fazer criação para a companhia K2 (VN Gaia) em 2017 e para o CITAC (Círculo de Iniciação Teatral da Academia de Coimbra), em 2019. Co criou com o Nuno Preto O meu mundo, criação para público jovem. É também formadora na Escola de Dança Ginasiano. www.danielammc.wordpress.com

Daniela Cruz (Portugal)
Contemporary Dance

Porto, 1985. Completed the course at Ginasiano Dance School. In 2007, she obtained a degree in the Dance program, specialization Perfomer, at Codarts, Rotterdam. She did internship at Dansgroep Krisztina Company in Châtel, in Amsterdam. Since 2007, she works as a freelancer, with several choreographers, with national and international tours. In 2012, she started her activity as a maker. In Portugal, she has worked as performer with Marco da Silva Ferreira, Victor Hugo Pontes, Cristina P. Leitão, André Braga and Cláudia Figueiredo / Circolando, Joana Providência, Nuno M Cardoso, Nuno Preto, Jonathan Saldanha and Catarina Miranda. She has worked as rehearsal assistant at Companhia Instável. She did movement direction for Teatro Art’Imagem and Teatro Bolhão. She was invited to create for the company K2 (VN Gaia) in 2017 and for CITAC (Theater Initiation Circle of the Academy of Coimbra), in 2019. She co created with Nuno Preto ‘O meu mundo’, creation for young audience. She is also a teacher at Ginasiano Dance School. www.danielammc.wordpress.com

Daniela Cruz









"Noé" Thierry Malandain ©Olivier Houeix
"Noé" Thierry Malandain ©Olivier Houeix
"Noé" Thierry Mal"Sirènes" Martin Harriague [Lucia You Gonzalez/Mickaël Conte] ©OlivierHoueix
Previous
Next

HORÁRIO PREVISTO / SCHEDULE

9:30

11:30

14:00

16:30

GRUPO A / GROUP A
NÍVEL PRO / PRO LEVEL
>17

Clássico / Classical Dance
Miyuki Kanei

Estúdio 3/4

Cunningham
Isabel Ariel

Estúdio 3/4

Repertório MBB /
Repertory MBB
Dominique Cordemans

Estúdio 3/4

Laboratório Coreográfico /
Choreographic Lab
Martin Harriague

Armazém22

GRUPO B / GROUP B
NÍVEL AVANÇADO / ADVANCED LEVEL
>15

Cunningham
Isabel Ariel

Estúdio 10

Clássico / Classical Dance
Miyuki Kanei

Estúdio 10

Laboratório Coreográfico /
Choreographic Lab
Martin Harriague

Armazém22

Repertório MBB /
Repertory MBB
Dominique Cordemans

Estúdio 3/4

GRUPO C + D /
GROUP C +D
NÍVEL INTERMÉDIO/ INTERMEDIATE LEVEL
>13

Contemporâneo / Contemporary Dance
Daniela Cruz

Estúdio 5

Clássico / Classical Dance
Gael Domenger

Estúdio 6

14:30
Clássico / Classical Dance
Miyuki Kanei

Estúdio 6

Limón
Inês Negrão

Estúdio 5

Formadores / Faculty:

Direção Artística 1ª edição /
Artistic Direction 1st Edition:
Thierry Malandain –
Malandain Ballet Biarritz

Consultor Artístico /
Artistic Consultant:
Gael Domenger

Laboratório Coreográfico /
Choreographic Lab:
Martin Harriague

Repertório de / Repertory
Thierry Malandain:
Dominique Cordemans

Clássico / Classical Dance:
Miyuki Kanei e/and Gael Domenger

Limón:
Inês Negrão

Cunningham:
Isabel Ariel

Contemporâneo /
Contemporary Dance:
Daniela Cruz

KALE Cooperativa Cultural, Crl | Kale Companhia de Dança | Armazém 22

Direção Executiva & Artística /
General & Artistic Direction:
Joana Castro

Gestão de Projeto & Planeamento /
Project Management & Planning:
Daniela Tomaz

Direção de Produção /
Production Direction Armazém 22: 
Maria Miguel Coelho

Direção de Comunicação /
Communication Direction:
Joana de Belém

Design Gráfico /
Graphic Design:
José Pereira

Direção Técnica /
Technical Direction Armazém 22:
Joaquim Madaíl

Técnico de Palco /
Stage Management Armazém 22:
Domingos Sousa

Frente de Casa /
Front Office:
Cassilda Rodrigues, João Henriques

Apoios / Support:
República Portuguesa – Cultura /
Direção-Geral das Artes
Município de Gaia
Ginasiano Escola de Dança
Malandain Ballet Biarritz
Danse Qui Danse Network
Antena 2